AFINAL O QUE É INTERNET DAS COISAS? (IoT) Entenda de uma vez por todas


A “Internet das coisas – Internet of Things” (IoT) está se tornando um assunto cada vez mais crescente em conversas, tanto no local de trabalho como fora dele. É um conceito que não só tem o potencial de impactar o modo em que vivemos, mas também como trabalhamos. Mas o que exatamente é a “Internet das coisas” e qual o impacto que isso terá sobre você, se houver? Há muitas complexidades em torno da “Internet das coisas”, mas eu quero manter o básico. Muitas conversas técnicas e relacionadas com políticas estão sendo realizadas, mas muitas pessoas ainda estão apenas tentando entender as bases sobre o que são as conversas sobre esse assunto. Comecemos por entender algumas coisas. A Internet de banda larga tornou-se amplamente disponível, o custo da conexão está diminuindo, mais dispositivos estão sendo criados com recursos Wi-Fi e sensores incorporados, os custos da tecnologia estão baixando e a introdução do smartphone é um processo que cresce de forma exponencial. Todas essas coisas estão criando uma “tempestade perfeita” para a IoT. Então, o que é a Internet das coisas? Simplificando, trata-se de conectar dispositivos do nosso dia a dia através da internet, deixando-os conversarem conosco, através de aplicativos que geralmente possuem uma chave on-off. Isso inclui tudo, desde celulares, cafeteiras, máquinas de lavar roupa, fones de ouvido, lâmpadas, dispositivos portáteis e quase qualquer outra coisa que você possa pensar. Isso também se aplica a componentes de máquinas, por exemplo, um motor a jato de um avião ou a broca de uma plataforma de petróleo. Como eu mencionei, se tem um interruptor on-off, as chances são de que pode ser uma parte da IoT. A analista Gartner diz que, até 2020, haverá mais de 26 bilhões de dispositivos conectados. Isso é um monte de conexões (alguns até estimam que esse número seja muito maior, mais de 100 bilhões). A IoT é uma rede gigante de “coisas” conectadas (que também inclui pessoas). O relacionamento será entre pessoas-pessoas, pessoas-coisas e coisas-coisas. Como esse impacto chega até você? A nova regra para o futuro será: “Qualquer coisa que possa ser conectada, será conectada”. Mas por que você quer que tantos dispositivos conectados conversem um com o outro? Diga, por exemplo, você está a caminho de uma reunião; Seu carro pode ter acesso ao seu calendário e já conhece a melhor rota a seguir. Se o tráfego for pesado, seu carro pode enviar um texto para a outra parte notificando-os que você estará atrasado. E se o seu despertador o acordar às 6 da manhã e então notifica sua cafeteira para começar a preparar café para você? E se o dispositivo portátil usado no local de trabalho pudesse dizer quando e onde você estava mais ativo e produtivo e compartilhou essa informação com outros dispositivos que você usou enquanto trabalhava? Em uma escala mais ampla, a IoT pode ser aplicada a coisas como redes de transporte: “cidades inteligentes” que podem nos ajudar a reduzir o desperdício e melhorar a eficiência de coisas como o uso de energia. Isso nos ajuda a entender e melhorar a forma como trabalhamos e vivemos. A realidade é que a IoT permite oportunidades e conexões praticamente infinitas, muitas das quais nem sequer podemos pensar ou entender completamente o impacto de hoje. Não é difícil ver como e por que a IoT é um tema tão quente hoje. Certamente abre a porta para muitas oportunidades, mas também para muitos desafios. A segurança é um grande problema que muitas vezes é criado. Com bilhões de dispositivos conectados entre si, o que as pessoas podem fazer para garantir que suas informações permaneçam seguras? Alguém será capaz de invadir sua torradeira e assim obter acesso a toda a sua rede? A IoT também abre empresas em todo o mundo para mais ameaças à segurança. Então temos a questão da privacidade e do compartilhamento de dados. Outra questão em que muitas empresas se depararão especificamente é em torno das enormes quantidades de dados que todos esses dispositivos vão produzir. As empresas precisam descobrir uma maneira de armazenar, rastrear, analisar e dar sentido as enormes quantidades de dados que serão gerados. E agora? As conversas sobre a IoT vão (e foram durante vários anos) ocorrendo em todo o mundo enquanto buscamos entender como isso afetará nossas vidas. Também estamos tentando entender o que as muitas oportunidades e desafios serão, à medida que mais e mais dispositivos começam a se juntar a IoT. Por agora, o melhor que podemos fazer é educar-nos sobre o que é a IoT e os impactos potenciais que podem ser vistos em como trabalhamos e vivemos. Fonte: http://bit.ly/2IXLlUu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *